Home  |   Empresa  |   Produtos  |   Informações Técnicas  |    Aplicações  |   FAQs  |   Consertos e Manutenções  |   Contato  |    Como Comprar?
Cabeamentos & Conexões
Formatos de Vídeo & Interfaces
Digital Signage Info
Diferenças entre Seletores & Distribuidores Combo e Matrizes
Interfaces Digitais
Interface HDBaseT
Interface HDMI
Interface DVI
Interface USB
Interface DisplayPort
HDCP
Conversores HDMI/DVI/Vídeo
Cabos de adaptação entre conector DB-15 e conectores RCA / MINI DIN
Instalações: Ruídos / Interferências / Ground Loops
Montagem de cabos pares trançados CAT5e com blindagem: FTP

1. Cabeamentos & Conexões

1.1 Questões relativas a cabos coaxiais, pares trançados e fibras ópticas
Os Principais tipos de cabos utilizados para cabeamentos de sinais de áudio, vídeo, VGA/WXGA são os cabos coaxiais, cabos pares trançados e cabos de fibras ópticas, são tecnologias diferentes, possuem diferentes anatomias, materiais, condutores, isolação, proteção, capas, terminação, conectorização, apresentam performances diferentes e especificações próprias.
Cabos não se comportam como transmissores ideais, o projeto, a produção, ou mesmo a especificação pode ter falhas e quanto mais longo os cabos maior os efeitos adversos na qualidade do sinal.
Preço, performance e versatilidade são as principais questões na decisão de qual cabo usar, tendo em vista a aplicação portanto, é importante entender a natureza dos problemas associados a cabos para obter bons resultados.

1.1.1 - Cabos Coaxiais
Cabo coaxial consiste de um condutor sólido ou de vários fios, circundado por um dielétrico e este circundado por uma folha ou malha de isolação metálica e uma capa. Todos os elementos estão sobre o mesmo eixo, coaxial.
O sinal é guiado pelo condutor central e os campos eletromagnéticos se propagam pelo meio dielétrico. A isolação de metal comporta-se como um dos condutores de circuito (linha desbalanceada). Portanto, esta blindagem é menos efetiva, que a dos cabos pares trançados, onde a isolação é independente.


Clique na imagem para ampliar

Cabos coaxiais de boa qualidade apresentam baixa distorção de sinais e média / alta resposta em freqüência.

1.1.2 - Cabos Pares Trançados
Um sistema de áudio, vídeo, VGA/WXGA sobre cabos pares trançados incluem um transmissor, que converte estes sinais para cabo par trançado, entrada diferencial, formato balanceado e um receptor que converterá de volta para o sinal padrão de áudio, vídeo ou VGA/WXGA.
Cabos pares trançados são compostos de dois condutores individuais enrolados um ao outro para formar um par de cabos. Geralmente encontrado com impedância de 100 ohms, tamanhos de 22 e 24 AWG e, em 4 pares. Por causa do projeto, o cabo par trançado proporciona uma forma barata de proteção contra interferências eletromagnéticas e de rádio freqüência.
Cabos pares trançados são disponíveis em dois estilos. Blindado e sem Blindagem.

UNSHIELDED TWISTED PAIR (UTP) cabo par trançado sem blindagem muito comum em ambientes de telecomunicação e redes de computadores.

SHIELDED TWISTED PAIR (STP) cabo par trançado circundado por uma blindagem, pode ser uma folha de metal, uma trança ou ambos ao mesmo tempo. A blindagem proporciona proteção adicional contra interferências eletromagnéticas fazendo-a útil para distribuição de sinais sensíveis como informações de áudio, vídeo, VGA/WXGA. Excesso de blindagem e qualidade do cabo pode limitar a distância de operação.

Cabos Pares Trançados possuem muitas vantagens sobre os cabos coaxiais, normalmente são mais baratos, os sinais são transmitidos em linhas balanceadas, a isolação é independente do sinal, possui maior imunidade a ruidos eletromagnéticos, são flexíveis, leves, de fácil manuseio e instalação.


1.2.1 - Algumas Anatomias dos Cabos Pares Trançados

Clique na imagem para ampliar

Categorias dos cabos Pares Trançados estão relacionadas à performance, capacidade e qualidade de transmissão dos sinais. Quanto maior a categoria melhor é o desempenho do cabo. (CAT 5 significa categoria 5).


1.1.2.2 - Categorias de Cabos Pares Trançados

Clique na imagem para ampliar


1.1.2.3 - Baluns

Balun é o acrônimo das palavras BALanced e UNbalanced. No geral a função de baluns é fazer compatibilidade entre sistemas, através de acoplamento eletromagnético e freqüentemente envolvem estruturas de transformador.
Neste caso, o Balun é um pequeno dispositivo, um transformador que converte sinais elétricos de áudio, vídeo, VGA/XGA de um cabo coaxial ( linha desbalanceada ) para o cabo par trançado ( linha balanceada ) e virce versa, fazendo o ajuste de impedância necessário.
O balun aumenta o alcance / distância de transmissão dos sinais, é leve, pequeno, passivo e de baixo custo, porém a qualidade é limitada.

Clique na imagem para ampliar


1.1.2.4 - Tecnologia de Interfaces para Cabos Pares Trançados

Ativo x Passivo

Uma vez decidido usar a tecnologia de cabos pares trançados para transmissão de sinais de áudio, vídeo, VGA/WXGA a questão que se coloca é qual solução adotar para os conversores. Usar conversores ativos, com alimentação ou passivos (baluns) sem alimentação.
Levando-se em consideração, o custo, a performance e a versatilidade, os baluns são mais baratos, tem perdas de sinal maior ( maior atenuação ) e qualidade de sinal inferior mas, são versáteis, não precisam de alimentação, são pequenos, leves e de fácil instalação.


1.1.2.5 - Impedância

Impedância descreve um efeito que impede, dificulta o sinal de fluir como diz a própria palavra. É o efeito total de resistência, capacitância e indutância combinados, explicitados em um número. Resistência é um efeito real que transforma a energia de fluxo eletrico em calor, já a reatância capacitiva ou indutiva é imaginária, eles armazenam e liberam energia.
Impedância passa a ser importante quando a distância de transmissão for aproximadamente maior que 1/4 do comprimento de onda considerando todas as frequências de interesse do sinal. Geralmente, no casos de áudio, vídeo, VGA/WXGA a partir de 1 Mhz.
Para 1 Mhz a impedância passa a ser importante a partir de 75 metros.

Para 20 Khz que é a faixa de freqüência de áudio a impedância passa a ser importante a partir de 3.750 metros.

Cabo coaxial RG-59 possui impendância de 75 Ohms
Cabo par trançado CAT-5 possui impedância de 100 Ohms ± 15 Ohms


1.1.3 - Fibras Ópticas
Cabos de fibra óptica transferem informações por meio de raios de luz em vez de sinais elétricos. Um sistema de fibra óptica inclui o transmissor, o receptor e o cabo de fibra óptica. O transmissor converte o sinal elétrico em raios de luz e o receptor converte os raios de luz de volta para sinal elétrico, como o sinal de vídeo.


1.1.3.1 - Transmissor Óptico
É utilizado um diodo laser (LD) ou diodo emissor de luz (LED) para converter os sinais elétricos em sinal luminoso.


1.1.3.2 - Receptor Óptico
O receptor óptico compõe-se de um dispositivo fotoelétrico e de um estágio eletrônico de amplificação e filtragem. O dispositivo fotoelétrico é responsável pela detecção e conversão do sinal luminoso em sinal elétrico.


1.1.3.3 - Cabos de Fibras Ópticas
É um filamento de vidro de sílica ou de materiais polímeros projetado para transmitir luz. São estruturas dielétricos com geometria cilíndrica. O núcleo é circundado por material dielétrico de índice refração um pouco inferior que a casca e esta é normalmente protegida por um revestimento de plástico.

Clique na imagem para ampliar

Janelas ópticas estão relacionadas as faixas de freqüências utilizadas para transmissão de sinais por fibras ópticas, regiões espectrais de atenuação mínimas em torno dos comprimentos de onda de 850 nm, 1300 nm e 1550 nm.
1º Janela óptica λ = 800 a 900 nm, atenuação ~ 20dB/km
2º Janela óptica λ = 1300 nm, atenuação ~ 0,3 a 0,5 dB/km
3º Janela óptica λ = 1550 nm, atenuação ~ 0,18 a 0,25 dB/km


1.1.3.4 - Tipos de fibra óptica quanto a:

{ Multimodo
Modos de transmissão :
Monomodo
{ Índice Degrau
Perfil de índice :
Índice Gradual

1.1.3.5 - Quanto ao material de fibra óptica
Exitem basicamente três tipos de cabos:

Sílica/Sílica
O núcleo e a casa são de vidro de sílica
Neste caso há fibras ópticas monomodo, índice degrau e gradual e fibras ópticas multimodo, índice degrau e gradual. São fibras ópticas de alta performance e tamanhos reduzidos

Plástico
O núcleo e a casca são de plástico ( polímero ). São essencialmente fibras ópticas multimodo e operam na faixa de 620 a 700 nm. Possui diâmetros maiores, menor capacidade, baixa velocidade e alcance de transmissão reduzidas.

Sílica/Plástica
O núcleo é de sílica e a casca de plástico. Possuem performance intermediária entre as fibras de sílica/sílica e a de plástica


1.1.3.6 - Dimensões das fibras

Fibra óptica
sílica/sílica
monomodo
Fibra óptica
sílica/sílica
multimodo
Fibra óptica
plástica
Fio de cabelo
Diâmetro da casca
125 µm
125 µm
500/1000 µm
75 µm
Diâmetro do núcleo
18/10 µm
50/62,5 µm
125/980 µm


1.1.3.7 - Principais tipos de Conectores

Quanto à Tecnologia : FC, SC, ST, SMA, BICÔNICO, E2000, etc.

Quanto à Polimento : PC, SPC, UPC, APC.

Quanto ao material do ferrolho: Cerâmica, AÇO, INOX.

Usando fibra óptica de sílica e sistema multimodo, sem modulação, a distância de transmissão de vídeo analógico pode chegar a até 5 km dependendo da tecnologia. Usando sistema monomodo, o alcance é estendido para até 25 km podendo chegar a até 50 km se usar elementos especiais.


1.1.3.8 - Vantagens da Fibra Óptica
Para longas distâncias, cabos de fibra óptica são mais adequados para transmitir informações e mais fáceis de instalar que os cabos metálicos.
Outras vantagens são imunidade a interferências eletromagnéticas, isolamento elétrico total, grande largura de banda e baixa atenuação, no entanto são de difíceis reposição e mais caros levando-se em consideração o sistema total.


1.1 .4 - Transmissão de Sinais de Áudio, Vídeo, VGA/WXGA via Cabos

Na figura a seguir apresentamos algumas informações que podem ser usados como referência para utilização de cabos para transmissão de sinais de áudio, vídeo, VGA/WXGA.

Clique na imagem para ampliar

No gráfico a seguir está ilustrado o comportamento do cabo par trançado UTP/CAT 5 relacionando a resposta em freqüência e distância de transmissão. A partir de determinadas distâncias as perdas são significativas.
No geral, seja os cabos coaxiais ou cabos pares trançados, o comportamento resposta em freqüência em relação a distância de transmissão tem comportamentos semelhantes mas com performance diferentes.


1.1.4.1 - Resposta em Freqüência para vários Comprimentos de Cabo par trançado CAT-5

O comprimento dos cabos impõe limitações portanto, quando a distância de transmissão é significativa é conveniente amplificar e equalizar os sinais, para compensar as perdas ao longo dos cabos.
Os três gráficos a seguir ilustram o propósito de um equalizador, também conhecido como booster, enhacer ou amplificador / equalizador.


1.1.4.2 - Equalização de Cabos

1.1.4.3 - Em geral, a qualidade do vídeo no receptor depende:
1- Da Qualidade e tecnologia dos Cabos e Conectores.
2- Do Comprimento do Cabo.
3- Do Formato de Resolução do Vídeo ( H x V ) e da taxa de atualização ( refresh rate : FV ).
4- Da Qualidade da imagem fonte ( origem ).
5- Da Qualidade do Monitor

 
Extensores HDMI 1
video to vga
Fale Conosco
© Copyright 2017 Transcortec - todos os direitos reservados.